segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Manteiga ou Margarina???

 Manteiga ou Margarina?

Para aqueles que consomem café da manhã, é comum ouvir que não fica sem: café com leite e o pão com manteiga. Mas quando perguntamos, manteiga ou margarina, aí dizem, “ah sim, é margarina”.

Muitas pessoas ainda não sabem a diferença, ou acreditam que a manteiga é a grande vilã.

A verdade é que são coisas diferentes.

A manteiga é feita a partir do leite, sendo assim, é de origem animal e contém gorduras saturadas e colesterol.

A margarina surgiu em substituição à manteiga, já que está poderia aumentar o colesterol sanguíneo. Inicialmente foi feita pelo processo de hidrogenação, com óleos vegetais. Acreditava-se então que ela seria a melhor opção, já que não apresentava colesterol e nem gordura saturada. Porém veio a descoberta das gorduras trans. Um tipo de gordura maléfica para a saúde do nosso coração, já que as gorduras trans podem prejudicar o colesterol, aumentando o LDL colesterol (gordura que “gruda” nas paredes das artérias) e reduzindo o HDL colesterol (gordura que retira a gordura “grudada” nas artérias).

Novamente, um problema. Então a indústria aperfeiçoou novamente e “criou” o processo de interesterificação, método que não incorpora as gorduras trans. Segundo documento da Sociedade Brasileira de cardiologia (I Diretriz sobre o Consumo de Gorduras e saúde Cardiovascular, 2013) ainda não se sabe ao certo o real efeito do rearranjo de ácidos graxos deste processo sobre os parâmetros metabólicos e de desenvolvimento da ateroesclerose. O que se sabe é que existe grande predominância de ácidos graxos saturados na gordura interesterificada de utilização industrial.

A verdade é que tudo isto causa enorme confusão nos consumidores!

Sendo assim, qual a melhor opção?

MODERAÇÃO!!!

Sempre recomendo que a quantidade é importante neste caso, qualquer uma pode ser consumida desde que uma pequena porção no café da manhã.

Outra recomendação, é sempre ler rótulos, e preferir alimentos com menor teor de gorduras, sejam elas, saturas, colesterol e trans, assim como baixo teor de sódio, que também não é amigo do nosso coração!

Vamos pensar em qualidade de vida, incorporar hábitos alimentares e de vida saudáveis.

Variedade e equilíbrio são palavras chaves!

Grande abraço!

Nenhum comentário:

Postar um comentário