quarta-feira, 14 de setembro de 2011

VICTOZA - Novo medicamento usado para redução de peso

A "moda" agora é o novo medicamento milagroso para reduzir peso. A verdade é que este medicamento chamado, aqui no Brasil, de VICTOZA (liraglutide) é indicado para Diabetes do tipo 2, por controlar a glicemia.

Agora, minha primeira pergunta: desde que quando emagrecer é moda???  Desde quando medicamentos que atuam a nível sistema nervoso central, ou qualquer medicamento, não tem efeito colateral???

Me chama atenção que toda matéria que diz existir um novo milagre para emagrecer ainda chama a atenção de muitas pessoas. Se realmente este milagre existisse, não existiria mais obesos. A coisa não é tão simples...é muito mais complexo do que se imagina...

Segundo nota oficial expedida pela Anvisa sobre o Victoza, não há estudos ou pesquisas que "comprovem qualquer grau de eficácia" para "redução de peso e tratamento de obesidade". Além disso, a própria bula do remédio informa que, sendo um medicamento recente no mercado, é possível que ocorra “eventos adversos e imprevisíveis” durante sua uilização. Algumas dessas reações adversas já foram apresentadas por muitos pacientes, e de acordo com a Abeso (Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica), durante a fase de pesquisas do Victoza, pessoas obesas e não diabéticas tiveram perda de peso média de 7kg, mas pagaram um preço alto por isso. Os principais efeitos colaterais foram: cefaleia, náuseas, vômitos e diarreia, que se atenuaram com o uso contínuo. Os casos mais graves, os pacientes apresentaram sintomas de pancreatite (inflamação do pâncreas), desidratação, alteração da função renal e distúrbios da [glândula] tireoide, como nódulos e casos de urticária.

As pesquisas com indivíduos obeso não diabéticos, ainda não está finalizada, sendo assim, ainda não caso de indicação!

A endocrinologista Rosana Radominski, presidente da Abeso, lembra o que aconteceu com outro suposto "milagre": Rimonabanto (Acomplia) – a pílula da barriga”. Aí digo novamente, resolveu o problema da obesidade?

Quero deixar bem claro que não sou contra medicamento para emagrecer, mas é preciso bom senso para se avaliar cada caso.

Ainda o que funciona a longo prazo é reeducação alimentar, porém, este tratamento exige, determinação e paciência, não só paciente, mas também do profissional que conduz o tratamento! Esta união é infalível!!!

Grande abraço.
Viviane

sábado, 10 de setembro de 2011

Novidade do Hospital Albert Einstein

O Hospital Albert Einstein preparou um hotsite especial sobre Neurologia (http://www.einstein.br/neurologia), além de um chat para esclarecer as dúvidas dos internautas. Confira as matérias escritas por profissionais e médicos do hospital, vídeos, um infográfico e uma animação que mostram as doenças, tratamentos e como funciona a máquina humana: o cérebro


Dia 13/09 acontecerá um chat para esclarecimento de dúvidas.

Aproveitem, na próxima terça-feira, 13/09, às 14h30.

Grande abraço

Viviane

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Celulite

Esta palavra assusta muitas mulheres..... Mas será possível reverter a situação?
Estava lendo esta entrevista de uma dermatologista, publicada no site da UOL, e achei interessante, pois é o que sempre comento com minhas pacientes. Não existe milagre, o que existe é muita força de vontade para que todas as ajudas possíveis sejam eficazes!

Além dos cremes, do exercício físico, a alimentação é fundamental para se obter bons resultados.

Veja as dicas a seguir.
1. Consumir alimentos ricos em fibras: frutas, verduras, legumes e cereais integrais

As fibras contribuem para aumentar a eliminação de toxinas , promover saciedade e melhorar o funcionamento intestinal

2. Redução do sódio (sal): promevem a retenção de líquidos, piorando a celulite
- substituir o shoyo pelo shoyo light
- substituir produtos enlatados e em conserva por produtos in natura
- cuidado com bebidas lights pois muitas contém o sódio como adoçante, portanto, apesar de baixa caloria podem contribui para a piora da celulite

3. Melhorar o consumo de alimentos ricos em potássio: são diuréticos - melhora da celulite
- Linhaça, amêndoas, água de coco, suco de laranja, iogurte e leite desnatado, batata cozida, beterraba, acelga, espinafre, melão, ameixa seca, abacate, damasco seco, soja cozida e salmão.

4. Vitaminas importantes: diminuem os fatores que agravam a celulite:
- Vitamina B6: frango, porco, peixe, ovos, aveia, amendoim, soja.
- Ácido fólico: carnes, verduras escuras, cereais, feijão, batata
- Vitamina B12: leite, ovos e carne
DICA: o cozimento diminui quantidade de vitamina B6 e B12 no alimento

5. Importante consumo de alimentos fontes de:
- Silício: cereais integrais como aveia, a salsinha.
- Fenólicos/ Resveratrol: oleaginosas, como as castanhas, amêndoas entre outras. Outra importante fonte é o vinho e o suco de uva. Recomenda-se três copos de sucos por dia, fracionados durante todo o dia.
- Flavonóides: uvas e frutas cítricas, açafrão da terra (cúrcuma)
- Fitoestrógenos: soja e linhaça
- Polifenóis: chá verde
- Ação antiinflamatório e antioxidante: óleo de macadâmia e de abóbora. Não utilize estes óleos para cozinhar, e sim depois do preparo, pois asssim se preserva as propriedades nutricionais. Além de tudo, são cosniderado ótimo para a hidratação da pele.

Além de tudo isto, manter seu peso adequado, uma alimentação equilibrada, é fundamental!

A dermatologista esclarece cinco dúvidas para o site UOL Estilo:

UOL Estilo: Os cremes anticelulite funcionam ou não? Qual é o seu mecanismo de ação?


Mônica Aribi: Funcionam até certo ponto e para casos leves, como o grau 1 (quando a celulite ainda é suave e só aparece se comprimir a região). Em uma escala de 1 a 10, os cosméticos funcionam no nível 4. Mesmo com o avanço da tecnologia farmacêutica, existe uma dificuldade de penetração até a camada gordurosa (hipoderme), onde se encontra a raiz do problema – para chegar nela é preciso atravessar a camada córnea, a epiderme e a derme, o que não é simples para um cosmético. Quando aplicados com uma massagem eficiente, isto é, de baixo para cima, com movimentos circulares, pressão média e com duração de cerca de 10 minutos por região, podem melhorar até mesmo graus mais intensos. Mas isso acontece mais pela ação mecânica da massagem do que pela ação do creme. A massagem melhora a circulação e destrói os nódulos de gordura.

UOL Estilo: O que é possível melhorar com a utilização desses cremes?

É possível melhorar as ondulações leves, ou seja, uma celulite grau 1, aquela que se não tiver nenhuma pressão não se nota. A partir do grau 2 (quando se enxerga sem apertar) é preciso o creme e mais uma massagem, que pode ser drenagem ou massagem redutora. A frequência das sessões vai depender da gravidade dos furinhos. A partir do grau 3 (quando se começa a ver ondulações mais profundas e repuxamentos), o ideal é creme, massagem e uma tecnologia, que pode ser radiofrequência ou infravermelho, que vão esquentar a célula de gordura e melhorar a formação de colágeno, amenizando os sintomas da celulite. Com mais colágeno a pele fica forte, melhora a circulação e consequentemente o seu aspecto. No grau 4, quando os furinhos são profundos e têm aquele aspecto de "casca de laranja", considerado o estágio mais avançado da celulite, além de creme, massagem e tecnologia muitas vezes é necessário fazer uma subcisão, que é a aplicação de um ácido hialurônico com partículas maiores, própria para corrigir depressão mais profunda. Mas é bom lembrar que esse procedimento tem efeito estético, não é um tratamento e nem age na causa do problema.

UOL Estilo: Para manter o problema sob controle, tem que usar os cremes para sempre? A cafeína ainda é o grande ativo dos cosméticos anticelulite?


Sim, os cremes devem ser utilizados regularmente, de uma a duas vezes por dia. A celulite não tem cura, ela tende a ser cumulativa por conta dos hormônios, que sofrem alterações com a idade, e da circulação, que vai ficando mais densa. Por isso, todos os métodos para seu controle devem ser mantidos para sempre, principalmente o uso de cremes. A cafeína continua, sim, sendo a grande estrela dos cosméticos anticelulite por ser um eficaz antiinflamatório e ainda ter ação de reduzir inchaços e melhorar a circulação local. Agora, com a apresentação em forma de "coffee berry", que é mais potente ainda, os efeitos drenante e antiinflamatório são mais eficientes. A cafeína em formulações de cosméticos de laboratórios confiáveis é processada com a tecnologia de nanoesferas, que reduz as moléculas para maior penetração. Nesses casos, fica garantido o efeito desejado.

UOL Estilo: Bermudas anticelulite agem em que nível? Elas funcionam mesmo?


Agem no mesmo grau dos cremes, pois os tecidos, além de conter ativos específicos para o problema, ainda fazem uma oclusão, o que favorece maior penetração das substâncias e um tempo mais prolongado de ação. Sempre que um dermatologista deseja que um ativo faça mais efeito, ele faz uma oclusão da área trabalhada, ou seja, cobre a região. Esse é o mecanismo dessas bermudas. Mas ainda prefiro o uso dos cremes, porque para serem aplicados exigem uma massagem, o que é muito eficaz para o problema. Porém, quanto mais fatores para combater o problema, melhor. Combinar creme (com os ativos certos) com massagem (descongestionante) e mais a bermuda (oclusiva), que são coisas fáceis de se fazer, é muito bom.

UOL Estilo: Por que alguns cremes contra celulite prometem redução de medidas? O mecanismo é o mesmo?

Porque esses cosméticos especificamente têm princípios ativos, como o tiratricol, que diminuem o tamanho da célula de gordura. Mas este efeito é temporário, só dura enquanto se usa o creme. É bom enfatizar que eles reduzem a célula de gordura, sem destruí-la, por isso quando são suspensos, o tecido adiposo volta ao seu tamanho normal.

Desculpem pela matéria grande para um blog!!!
Mas espero que ajude!
Grande abraço.
Viviane

sábado, 3 de setembro de 2011

Matéria publicada no site: http://noticias.r7.com/saude/noticias/azeite-de-oliva-virgem-e-frutas-secas-diminuem-problema-nas-arterias-20110831.html

Uma dieta mediterrânea - baseada em óleos vegetais, verduras e peixes - enriquecida com azeite de oliva virgem e com frutas secas pode reverter a arterioesclerose - depósito de gordura nas paredes das artéreas - em um ano, segundo teste da Universidade de Navarra, na Espanha, e outros 19 centros espanhóis, feito com 187 voluntários.

Miguel Angel Martinez Gonzalez, que dirige o departamento de Medicina Preventiva da universidade, responsável pelo estudo, considera que a dieta é capaz de conseguir em um ano o que não se consegue com remédios em dois anos, informou nesta quarta-feira (31) o centro acadêmico por meio de um comunicado.
Os participantes da experiência, maiores de 55 anos e com alto risco cardiovascular, se dividiram em três grupos aleatórios, dois dos quais receberam instruções detalhadas dos nutricionistas sobre como seguir a dieta mediterrânea adequadamente.
Um dos grupos que seguia o padrão de dieta mediterrânea recebeu 15 litros de azeite de oliva virgem a cada três meses, enquanto aos outros foram oferecidas frutas secas, com a ideia de que os voluntários consumissem 30 gramas ao dia de nozes, amêndoas e avelãs.
O terceiro grupo recebeu simplesmente instruções e material para seguir uma dieta baixa em gordura.
Foi medida a espessura da camada média da artéria carótida de todos os participantes, uma vez no início do estudo e outra após um ano.
- Observamos que as pessoas que já tinham arterioesclerose antes do estudo tiveram a camada média da artéria engrossada, o que significa uma melhora considerável, e as pessoas que seguiram a dieta mediterrânea enriquecida com azeite de oliva virgem ou frutas secas, tiveram uma regressão das lesões.
Ele diz que, no entanto, essa melhora não se deu entre os que não apresentavam um engrossamento da parede da artéria no começo do estudo.

"Copyright Efe - Todos os direitos de reprodução e representação são reservados para a Agência Efe."

Meus comentários
Muitas pesquisas já mostraram os benefícios do azeite, das oleaginosas (amêndoas, nozes, entre outras). Esta pesquisa confirma, portanto me gerou dúvida que será importante ler o artigo na íntegra. Mas uma questão me despertou...Esta quantidade de azeite é viável?

É colocado que foi entregue 15 litros de azeite a cada três meses para um grupo. Se pensarmos, esta quantidade de azeite para três meses, seria necessário o consumo de mais ou menos 160 ml de azeite por dia, acarretando um aumento calórico de 1400 kcal por dia. Como será compensado isso?

Não quero dizer que o azeite não é bom, qua não vale a pena, só quero dizer que não podemos ser radicais e seguir qualquer informação!

Precisamos individualizar as quantidades/porções, além de seguir várias recomendações importantes para se obter sucesso!!

Grande abraço!!!
Viviane