sábado, 3 de setembro de 2011

Matéria publicada no site: http://noticias.r7.com/saude/noticias/azeite-de-oliva-virgem-e-frutas-secas-diminuem-problema-nas-arterias-20110831.html

Uma dieta mediterrânea - baseada em óleos vegetais, verduras e peixes - enriquecida com azeite de oliva virgem e com frutas secas pode reverter a arterioesclerose - depósito de gordura nas paredes das artéreas - em um ano, segundo teste da Universidade de Navarra, na Espanha, e outros 19 centros espanhóis, feito com 187 voluntários.

Miguel Angel Martinez Gonzalez, que dirige o departamento de Medicina Preventiva da universidade, responsável pelo estudo, considera que a dieta é capaz de conseguir em um ano o que não se consegue com remédios em dois anos, informou nesta quarta-feira (31) o centro acadêmico por meio de um comunicado.
Os participantes da experiência, maiores de 55 anos e com alto risco cardiovascular, se dividiram em três grupos aleatórios, dois dos quais receberam instruções detalhadas dos nutricionistas sobre como seguir a dieta mediterrânea adequadamente.
Um dos grupos que seguia o padrão de dieta mediterrânea recebeu 15 litros de azeite de oliva virgem a cada três meses, enquanto aos outros foram oferecidas frutas secas, com a ideia de que os voluntários consumissem 30 gramas ao dia de nozes, amêndoas e avelãs.
O terceiro grupo recebeu simplesmente instruções e material para seguir uma dieta baixa em gordura.
Foi medida a espessura da camada média da artéria carótida de todos os participantes, uma vez no início do estudo e outra após um ano.
- Observamos que as pessoas que já tinham arterioesclerose antes do estudo tiveram a camada média da artéria engrossada, o que significa uma melhora considerável, e as pessoas que seguiram a dieta mediterrânea enriquecida com azeite de oliva virgem ou frutas secas, tiveram uma regressão das lesões.
Ele diz que, no entanto, essa melhora não se deu entre os que não apresentavam um engrossamento da parede da artéria no começo do estudo.

"Copyright Efe - Todos os direitos de reprodução e representação são reservados para a Agência Efe."

Meus comentários
Muitas pesquisas já mostraram os benefícios do azeite, das oleaginosas (amêndoas, nozes, entre outras). Esta pesquisa confirma, portanto me gerou dúvida que será importante ler o artigo na íntegra. Mas uma questão me despertou...Esta quantidade de azeite é viável?

É colocado que foi entregue 15 litros de azeite a cada três meses para um grupo. Se pensarmos, esta quantidade de azeite para três meses, seria necessário o consumo de mais ou menos 160 ml de azeite por dia, acarretando um aumento calórico de 1400 kcal por dia. Como será compensado isso?

Não quero dizer que o azeite não é bom, qua não vale a pena, só quero dizer que não podemos ser radicais e seguir qualquer informação!

Precisamos individualizar as quantidades/porções, além de seguir várias recomendações importantes para se obter sucesso!!

Grande abraço!!!
Viviane

Nenhum comentário:

Postar um comentário