terça-feira, 31 de março de 2009

Nutrição Funcional

A Nutrição Funcional é uma evolução natural da ciência do corpo humano que está fundamentada nas informações fisiológicas e bioquímicas do organismo, compreendendo a interação que existe entre todos os sistemas do corpo em conjunto com as características dos nutrientes.

Os distúrbios funcionais podem se manifestar por meio de: enxaqueca, insônia, depressão, hiperatividade, distúrbios de concentração e aprendizagem, alterações de humor, ansiedade, compulsões, irritabilidade, problemas gastrointestinais, rinites, sinusites, dores musculares e articulares, fadigas inexplicáveis, dermatites, doenças auto-imunes, obesidade, entre outras.

A Nutrição Funcional possibilita restabelecer o equilíbrio orgânico e prevenir novos distúrbios funcionais como, por exemplo: enxaqueca, insônia, depressão, alterações de humor, ansiedade, compulsões, irritabilidade, problemas gastrointestinais, fadigas inexplicáveis, dermatites, doenças auto-imunes, obesidade, entre outras.

Alimento funcional é aquele alimento ou ingrediente que, além das funções nutricionais básicas, quando consumido como parte da dieta usual, produz efeitos metabólicos e/ou fisiológicos e/ou efeitos benéficos à saúde, devendo ser seguro para consumo sem supervisão médica. A eficácia e segurança desses alimentos devem ser asseguradas por estudos científicos.

Alguns exemplos abaixo:
- Ácidos Graxos Omega 3: importantes na prevenção de doenças cardiovasculares; prevenção e controle de doenças auto imunes e inflamatórias. Fonte alimentar: peixes como salmão, atum, sardinha, óleo de linhaça.

- Flavonóides: possui efeito antioxidante; redução dos níveis de LDL colesterol (colesterol ruim). A soja pode também contribuir para alívio das ondas de calor em mulheres na menopausa. Fonte alimentar: uva, amora, framboesa, frutas cítricas, soja, repolho, chá verde.

- Revesratol e quercetina: redução do risco de doenças cardiovasculares; inibição da formação de carcinógenos, coágulos e inflamaçãoes. Fonte alimentar: casca da uva, uva, maçã.

- Isoflavonas: alívio dos sintomas da menopausa; redução do risco de doenças cardiovasculares; redução do risco de câncer de mama e próstata. Fonte alimentar: soja, leguminosa, ervilha.

- Betaglucana: controle da glicemia e colesterol. Fonte alimentar: aveia, grãos, cevada.

- Licopeno: possui atividade antioxidante; redução do risco de doenças cardiovasculares; proteção contra o câncer, principalmente o de próstata. Fonte alimentar: tomate, goiaba e melancia.

- Probioticos: melhora da saúde intestinal; redução do risco do câncer de cólon; controle do colesterol. Fonte alimentar: frutas e vegetais em geral, além dos grãos integrais.

- Prebióticos: melhora da saúde intestinal; redução do risco do câncer de cólon; melhora da intolerância à lactose. Fonte alimentar: iogurtes e leites fermentados.

Aproveitem os benefícios dos alimentos!
Grande beijo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário